Junior Pontes
A Beleza da Vida e a Frágil Arte da Existência
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

SRTA. IVES
O céu esta tão escuro, minhas mãos tremulas
Um rosto enigmático escondendo um sorriso
A pele pálida e uma beleza taciturna
Meus anjos não tem asas, mas garras.

Todos esses sentimentos preso em uma caixa
Todas as emoções recitadas em um poema
Luz e escuridão dançando em um mesmo salão
A verdade além dos nossos olhos.

Perdendo a fé, caminhando sozinho
A escuridão interior afogando meus sonhos
O lobo atacando a presa em noite de luar
Todos os segredos são revelados ao amanhecer.

Traga-me para a luz, esconda minha alma
Leve-me para onde a vida não tem fim
Cante uma canção que fale de cores e de amor
Verseje um poema que tenha esperança e não dor.

Seus lábios são como o fruto proibido
Tentação é desistir do seu coração
Seus olhos são como o oceano
Cheios de mistério e infinita beleza.

Dance nos meus braços
Abrace-me com seu sorriso
Cubra esse mundo com flores
Adormeça no jardim da nossa loucura.

by Junior Pontes [lenno]
Junior Pontes
Enviado por Junior Pontes em 13/11/2017
Alterado em 13/11/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários