Junior Pontes
A Beleza da Vida e a Frágil Arte da Existência
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

MÁQUINA DE SONHOS
Há um silêncio além do qual não posso ouvir
Às vezes o tic tac do relógio é a minha bússola
Com meus olhos cerrados e a mente aberta
Vou navegando oceanos em meus sonhos acordados.

Um anjo de asas quebradas é o meu totem
Um sorriso inebriante e doce
A visão da minha concepção de paraíso
E a singularidade de todos os desejos.

O tempo é uma máquina de sonhos
Eficaz e outrora devastadora
Manipulando sentidos e esperanças
Contornado pela magia de cada amanhecer.

Estrategicamente cada gota vai caindo
A beleza e sincronicidade de todos os atos
Como o sol está para pós-chuva
Num dia de neblina e calor.

Diante de vários espaços e tempos
A vida é uma máquina de sonhos
Onde a virtude é para poucos
E o amor é egocêntrico.

No final de tudo haverá mais silêncio
Escuridão e solidão
E todos nós vamos desejar o passado.

by Junior Pontes [lenno]
Junior Pontes
Enviado por Junior Pontes em 30/08/2016
Alterado em 30/08/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários