Junior Pontes
A Beleza da Vida e a Frágil Arte da Existência
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

TORPOR
Do outro lado do rio uma paisagem de esperança
As lembranças parecem cada dia mais evidentes
O perfume da manhã ficou no passado
O tempo caminha como um navio à deriva.

As lágrimas tornaram-se uma prece
O sol tornou-se frio
A escuridão vai tomando forma a cada segundo
As sombras falam em meio a confusão.

Já pensou num eterno amanhecer?
Ou mesmo na imortalidade da alma
Hoje temos apenas o anoitecer
E as cicatrizes na pele...

Sonhar tornou-se rotina
Dormir, uma difícil missão
Estamos perdidos num pequeno espaço
Preso na imensidão da nossa mente.

Apatheia...
Segundos de risos, um minuto de dor,
Intercalando espinhos e rosas
De mãos dadas, caminhando nas cinzas.

Alguns medos assombram
A incerteza do futuro, a ansiedade dos dias,
A música fúnebre e a indiferença
Rascunhos da vida espalhados por ai.

by Junior Pontes [lenno]
Junior Pontes
Enviado por Junior Pontes em 17/03/2015
Alterado em 18/03/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários